Ganhe 10% de desconto em compras de valor superior a 500€!

  Envio Gratuito

  60 dias política de devolução

 
   

Diamante

Diamante, a mais admirável pedra preciosa, é a única jóia composta por apenas um elemento. Apresenta apenas carbono na sua estrutura química e as moléculas de carbono são constituídas de uma maneira que cada uma está ligada a outra, com uma perfeita simetria em cada direção.

 

Diamante, a mais admirável pedra preciosa, é a única jóia composta por apenas um elemento. Apresenta apenas carbono na sua estrutura química e as moléculas de carbono são constituídas de uma maneira que cada uma está ligada a outra, com uma perfeita simetria em cada direção. O Diamante deve a sua substância natural mais dura a essa estrutura atômica extraordinária e inconfundível. Tamanha dureza é identificada com um 10 na escala de Moh. É impressionantemente dura de maneira que apenas uma ferramenta feita com um outro diamante pode cortar um diamante. (Pertinente saber que, o seu nome é derivado da palavra Grega adámas que significa, inquebrável ou inalterável) Ademais de sua dureza espetacular, também é marcada por seu brilho perfeito e ao seu alto índice de dispersão da luz visível. Sua formação e o tempo passado durante a sua formação também são o que fazem um diamante distinguível.
Anéis de noivado de diamante
Os diamantes foram primeiramente registrados e extraídos na Índia há 2.400 anos e lá está o primeiro produtor comercial de diamante. Atualmente, eles são extraídos principalmente na África do Sul e Índia, seguidos por Brasil, Canadá e Austrália.
Nas eras antigas romanas e gregas, acreditava-se que os diamantes eram as lágrimas de Deus ou as partes quebradas de estrelas caídas na terra. O diamante foi inicialmente apontado na literatura romana no primeiro século dC, onde afirmavam que as pontas de flechas do Cupido foram cobertas por diamantes. Eles atribuíam os diamantes como talismãs, visto que eles acreditavam que levavam o poder de proteção contra o mal. Tal crença é proveniente da mitologia indiana, onde se dizia que o diamantes eram criados por raios atingindo as rochas. Outrossim, no século 13, uma lei em França proibiu o uso de diamantes pela população, à excepção de reis e rainhas.
Colares de diamantes
Também, o primeiro anel de diamante de um homem para uma mulher foi em 1477 presentado pelo Arquiduque da Áustria a Maria de Burgundy. Conhecido como a rainha das gemas e das jóias de rainhas, o diamante é comumente relacionado por ser um símbolo de poder, força, inocência e incorruptibilidade, longevidade, constância, e boa sorte. Também é a pedra dos nascidos em Abril e évusada como a altiva pedra preciosa oficial do 60º aniversário de casamento.
Na Glamira, os diamantes têm um lugar cativo em design de jóias e são selecionados conforme alguns critérios. Primeiramente o mais importante passo para decidir por um diamante é o cumprimento do compromisso ético que deve ser 100% livre de conflitos para ser utilizado em produtos Glamira.

Ler Mais 

Brincos de diamante
PRODUTOS RECOMENDADOS PARA VOCÊ
boderDESCOBRIR MAIS

A cor do diamante concerne à combinação de três componentes: tonalidade, saturação e tom. A escala de graduação de cor de diamantes varia de D a Z. Um diamante perfeito, é conhecido como cor D, não apresenta cor. A Cor H é o grau de cor mais apropriada de acordo com ambos, melhor relação preço-desempenho e a melhor harmonia com designs. Por isso que na Glamira, os diamantes na cor H são frequentemente usados. O corte do diamante se refere à simetria, dosagem e polimento de um diamante, que são ajustados no decorrer do processo de corte da pedra depois de ter sido extraída da terra. Tudo é minuciosamente trabalhado para proporcionar o magnífico retorno da luz em um diamante. O corte é dividido em três tipos distintos; proporções, polimento e simetria. A gama de corte contém 5 graus; Excelente, Muito Bom, Bom, Regular e Ruim. Por outro lado a forma do diamante, que é comumente confundida com o corte de diamante, aponta um estilo ou design usado quando moldam um diamante por polimento, como o diamante corte princesa. Na Glamira, você pode usar de muitas formas os diamantes, incluindo princesa, brilhante, redondo, trilhões, almofada, coração, oval e esmeralda que você pode dispor para personalizar as suas peças. Como o resultado da exposição do carbono a um enorme calor e pressão no fundo da terra, todos os diamantes naturais aparecem com uma variedade de traços internos chamados de "inclusões" e traços externos chamados “manchas”. A claridade do diamante refere-se à sua pureza e os critérios com a clareza abrangem determinar o número destes traços, seus tamanhos, relevo e posição. Para constatar uma proporção ideal preço/qualidade, é importante levar em consideração que pequenas inclusões na escala de classificação de clareza VVS1 a SI2 não podem ser visíveis a olho nu. A Glamira constantemente usa os diamantes em VS (inclusões muito leves) de clareza na suas jóias. E o quilate do diamante é uma medida para determinar o tamanho de um diamante de acordo com o seu peso. É um quinto de um grama (0,2g) e um diamante de 1 quilate pesa 100 pontos.

A Glamira cria jóias com diamantes exclusivos como colares, brincos, abotoaduras e anéis de noivado, e os coloca nas suas mãos para que você possa personalizá-los de acordo com a sua sede por moda. Brincos de diamante, incluindo gotas, aros ou brincos de tacha com diamante, são algumas das maravilhosas opções para você personalizar como preferir e salientar o brilho da sua beleza. Ou você pode ter fragmentos das estrelas em torno do seu pescoço na forma de um colar de diamantes. Especialmente, você pode deixar as flechas com pontas de diamantes irresistíveis do Cupido tornarem-se anéis de noivado de diamante e disparar diretamente no coração dessa dama especial na sua vida.